contato@drjosecarlosrodriguesjr.com.br    |   

O que é craniossinostose?

A craniossinostose é a junção precoce dos ossos que compõem o crânio, o que ocorre desde o período de desenvolvimento do feto e pode resultar em deformidades na cabeça.

O diagnóstico é feito pela observação clínica após o nascimento da criança e pode ser confirmado por exames de imagem, como a tomografia com reconstrução 3D. Mesmo que não seja identificado nenhum atraso no desenvolvimento da criança, a craniossinostose precisa ser tratada, e o tratamento é cirúrgico.

As diferentes formas de craniossinostose são: escafocefalia, trigonocefalia, plagiocefalia anterior, plagiocefalia posterior, braquicefalia e oxicefalia.

Estima-se que a doença seja causada por mutações genéticas, que podem aparecer de forma isolada ou por meio de síndromes, como síndrome de Crouzon, síndrome de Apert, síndrome de Pfeiffer, síndrome de Seathre-Chotzen e síndrome de Carpenter.

Se não tratada, a doença pode causar risco de hipertensão intracraniana e sofrimento cerebral, que pode levar a regressão do desenvolvimento neuropsicomotor; além de alterações oftalmológicas que podem resultar em perda de visão.

Fonte: Medical Site

02 de Junho de 2021